Planeje menos, faça mais

A não ser que você tenha uma bola de cristal, planejar tudo a longo prazo significa tentar alcançar o cotovelo com a boca: não dá. Não dá porque você simplesmente não tem controle sob muitos aspectos externos: economia, condições de mercado, clientes, tecnologia e vários outros fatores. Tudo isso muda muito rápido, principalmente no setor de tecnologia e internet.

Eu já criei um plano de negócio no início da Qualitare, mas quer saber? Passei bem longe nos meus palpites. Achava que ela ia faturar X, ela faturou Y, achava que ia ter V clientes, ela teve Z. Achava que ia crescer B% em 5 anos, ela cresceu C%.

Um plano de negócio pode ser chamado de um “chute de negócio”, pois é isso que você vai fazer: chutar como vai ser o futuro. Outro detalhe é que normalmente você faz isso antes de iniciar o negócio, que é justamente quando você não tem a menor ideia de como vai ser. Você só passa a ter ideia melhor de parâmetros quando o negócio começa a funcionar.

Isso não significa que você deve ignorar o futuro, claro que não. Apenas não leve tão a sério o que você possa ter planejado antes de ter iniciado o negócio e fique sempre atento com oportunidades que podem surgir após você ter arregaçado as mangas.

procrastinacao

Comments

comments

2 thoughts on “Planeje menos, faça mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>